domingo, 28 de agosto de 2016

🎇 6 Anos!!! + Especial Shinsengumi 🎇

| | 2 ⇾Comments⇽
❅ • ❅ • ❅
Olá, meus amores! Como vocês estão? Espero que bem. Hoje, bem, como o título sugere, é o aniversário do blog; waai, waai!
Eu fiquei pensando no que fazer hoje; porque, sinceramente, eu nunca sei bem o que fazer no aniversário do blog... É como, sabe, constatar um fato. Estou aqui há seis anos e sem a menor intenção de ir embora, então... Por que não escolher um tema pra incrementar a post? Achei que seria legal; E, diante de tantas opções, eu decidi de última hora. Porém, contudo, todavia; eu não vou entrar nesse tópico agora, antes eu queria falar um pouco — ou, talvez, de novo — sobre a história aqui do blog. Algumas pessoas já deixam isso em páginas separadas contando toda a história brilhante da ideia de criar um blog e seus nomes mirabolantes e o Kitsune... Bem, não é uma história tão brilhante assim, mas não é ruim. Vamos começar?

sábado, 20 de agosto de 2016

Vamos falar de sentimentos? — Natsume Yuujinchou

| | 4 ⇾Comments⇽
O que dizer desse anime que fez tão bem e tão mal pro meu emocional?

Vocês esperavam outra tradução, mas era eu, outra análise! Então, como vocês estão? Espero que bem. Hoje vamos falar de mais um anime antigo; waaai, waai! Eu me pergunto se vocês já conheciam Hakuouki antes da post e quantas pessoas convenci a ver, hahaha. Acho que eu deveria começar com uma sinopse, então... Vamos lá:
• ♣ • ♣ • ♣ •
Natsume Takashi é um adolescente capaz de ver Youkai; Entretanto essa habilidade sempre foi mais um fardo do que um dom, e isso o levou a mantê-lo em segredo absoluto de todos os que conhecia, mesmo sendo chamado, perseguido e assombrado. Tendo perdido seus pais ainda criança, Takashi foi passado de parente em parente até chegar à casa dos Fujiwara; onde, por algum motivo, os Youkai são mais agressivos do que o costumeiro.

Ao fugir de um desses Youkai, Natsume tropeça e acaba quebrando o selo que prendia um muito poderoso: este é Madara, que lhe pergunta se conhece o "Livro dos amigos"(Yuujinchou), Livro este que contém o nome de vários youkai em sinal de subordinação; livro esse que foi criado por Natsume Reiko, avó de Takashi, e que ele herdara.
Há mais coisa que eu poderia pôr na sinopse, mas embora seja um anime grande, eu não quero resumir o primeiro episódio inteiro na sinopse. Bem, vamos à análise técnica da titia Izayoki:
• ♣ • ♣ • ♣ •
♦• Natsume Yuujinchou não é um anime cheio de ação e conversas durante as lutas, mas sim um anime feito para que você não só assista, mas sinta junto com os personagens. É, portanto, muito envolvente pela parte psicológica e não visual. ou seja, não esperem explosões e poderes bolas de fogo saindo das mãos de ninguém.

♦• É um anime que começa bastante episódico, isto é, os episódios apresentam um foco na história próprio, mas eu não diria que é de fato assim, já que com o passar das temporadas ele perde quase completamente essa característica, gradualmente, no entanto. Ainda assim não recomendo que pulem episódios, porque o lindo é você ver o personagem se desenvolvendo, refletindo, e entendê-lo conforme o tempo passa, assim como o resto do elenco.

♦• A animação. Como não é um anime com muita ação, não exige muito e eu considero muito simples e bonita. Até porque acho que qualquer anime que não use CG ganha muitos pontinhos comigo nesse quesito.

♦• Como disse antes, embora isso evolua com o tempo, o fato de ser episódico o torna um pouco monótono na primeira temporada, mas não se preocupem, a partir da segunda fica mais fluido e confortável de assistir.
• ♣ • ♣ • ♣ •

♥ O Protagonista ♥

Assim como boa parte do elenco, maravilhoso. Takashi é um personagem pelo qual eu realmente me apeguei.
A construção do seu psicológico foi muito bem elaborada, ele não é aquele tipo de personagem que depois de um trauma pira ou se fecha pro mundo, nem aquele diferentão que quer se mostrar. Ele é só... Ele. É humano, reflete, erra, erra de novo e acaba aprendendo — ou não — com seu erro. O que o leva a tomar certas decisões foi fruto de tentar e receber o retorno que recebeu, foi fruto dos valores que adquiriu pra si.

Ele é, sem dúvidas, o personagem que eu mais me apeguei no anime e um dos  que eu provavelmente mais me apeguei em bastante tempo. Junto com o Souji, R.I.P Souji.
A partir daqui eu não me responsabilizo por spoilers, leia se desejar ♥.
• ♣ • ♣ • ♣ •
Eu conheci Natsume Yuujinchou... Bem, no Zerochan. Em uma imagem que reunia vários "gatos" de animes, na época acho que estava a lançar a quarta temporada, então eu inocentemente cliquei achando que fosse a primeira, fiquei confusa e parei por lá. Aqui estou eu, quatro anos depois, assistindo tudo desde o início e comentando com vocês. Particularmente eu acho que foi bom, eu não creio que me emocionaria tanto quanto como agora. Até porque convenhamos que eu não era uma criança muito emotiva, eu era quase uma pedra de gelo.

Se tem uma coisa que você aprende com essa autora, desde Hotarubi no Mori e, é que ela sabe como mexer com o as pessoas, e explora muito bem isso. Foi um anime que conseguiu fazer eu me sentir um pouco triste por cada sorriso falso, por cada desencontro ou despedida; E, ao mesmo tempo, muito feliz por cada conclusão que fosse... Bem, feliz, né? Não se trata de amor como um romance, se trata mais de... Sentimentos. Tristeza, preocupação, amizade, solidão... Tudo isso e muito mais, tudo o que pode compôr uma pessoa não foi ignorado na hora de criar os personagens. Mesmo os youkai sentem; em sua perspectiva, em seu tempo, mas sentem.

Algumas vezes é levantado o fato de que a vida humana é curta e frágil, e isso é abordado. Muitas vezes alguém que estava lá há poucos momentos, pode não estar mais quando você piscar os olhos, e muitos eles não vão mais poder responder quando você chamar. Caralho, vocês têm noção do quanto isso é triste?

Esse anime conta histórias lindas, realmente bonitas e que poderiam, às vezes, serem adaptadas em uma série só sua, mas isso a tornaria, de certa forma, vazia, porque seria só aquilo e mais nada. Embora haja muitos animes assim e nem todos sejam ruins, eu acho que Natsume Yuujinchou é extremamente rico por tê-las reunidas em um só lugar e ainda conseguir fazer com que envolvam-se com o protagonista, ajudando no seu desenvolvimento, aliás, no desenvolvimento de ambos.

Bem, acho que já falei bastante, e por hoje é só. Espero que tenham gostado e que assistam, porque esse anime é realmente maravilhoso.
• ♥ • ♥ • ♥ •
Então, é isso. Um beijo e um queijo ♥

Vocês já repararam que eu repito muitos termos e palavras? Eu acabo esquecendo do que digitei há poucos momentos e então acabo por colocá-los de novo. É uma vergonha toda vez que releio uma post.

Parceiros

Em Espera:

Free Fox wag MySpace Cursors at www.totallyfreecursors.com